Free songs

Sofrendo dores de parto

SOFRENDO DORES DE PARTO!

Ao longo desses dois mim anos Deus tem cumprido a sua promessa, tocando as trombetas, as quais são sinais para a igreja (seu povo). Alguma providência importante Ele toma quando isto acontece: “Tocai a trombeta em Sião e daí voz de rebate no meu santo monte…” (Joel 2:1). A palavra rebate significa: “ataque imprevisto”, “combate ligeiro”, “sinal de que alguma coisa está acontecendo e ameaçando” (neste caso o povo de Deus). É um alarme, um brado ás armas.

No decorrer da vida da igreja, isto parece ter acontecido em espaços bem defasados. Doravante, porém, isto não mais deve acontecer, tendo em vista a proximidade do Dia do Senhor. A trombeta parece tocar e não parar. Estaria já a igreja nos fazendo lembrar as dores daquela que está na eminência de dar a luz? As dores de parto se caracterizam, principalmente, pela intensidade e diminuição do espaço de tempo entre uma e outra contração. Este processo tem seqüência até quando a mulher não mais suportar e grita, mas seu grito só encontra alívio com o nascimento do filho.

De igual modo a glória da igreja será guardar o testemunho de Jesus, até que o Senhor venha. No entanto, haverá um instante em que nossas forças se esgotarão e a exemplo do que ocorre com a mulher, nada mais poderia aliviar, senão a vinda de Cristo. Ele está sendo formado em nós, gerado na igreja e um dia terá que nascer: “Viu-se grande sinal no céu, a saber, uma mulher vestida do sol com a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas na cabeça, que achando-se grávida, grita com as dores de parto, sofrendo para dar a luz” (apocalipse 12:1-2).

Existem alguns detalhes importantíssimos a serem observados, tais como: “…Uma mulher vestida do sol…”. Estamos diante de uma descrição fantástica! Estamos vendo a igreja que tanto almejamos! A mulher vestida do sol, sem dúvida, é um indicativo de glória.

“…A lua debaixo dos pés…”. É certo que está mulher terá a lua debaixo dos pés. A lua creio eu, é aquele luzeiro cuja luz só tem influência na noite, simbolizando o governo das trevas. Aos nossos olhos, numa proporção descrente, temos o sol, a lua e as estrelas, simbolizando, respectivamente: Cristo (o sol da justiça); o príncipe deste mundo (lua); e finalmente, os cristãos (estrelas), de quem Deus espera que brilhe a sua luz, embora haja trevas.

“…Uma coroa de doze estrelas…”. A mulher (igreja) trará consigo e não esconderá de ninguém o testemunho dos apóstolos de Cristo. O Evangelho de Jesus, Sua Doutrina. Esta coroa na cabeça revela dois aspectos importantes a saber: a mulher lançou fora a hipocrisia e não se envergonha mais da doutrina de Cristo.

“…Achando-se grávida, grita com dores de parto, sofrendo tormentos para dar a luz…” Acredito nada ter a acrescentar. Uma vez convertidos os nossos corações de nossos pais (apóstolos) e tendo a lua debaixo de nossos pés, nada mais iremos desejar, senão a Jesus e, a uma só voz diremos: Vem Senhor! Vem porque não suportamos mais viver longe de ti! Vem porque nada mais poderá aliviar as nossas dores, senão a tua vinda: “Na verdade, na verdade vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes; mas a vossa tristeza se converterá em alegria. A mulher quando está para dar a luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado a luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós, agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria, ninguém vo-la tirará” (João 16:20-22).

“Ora, o fim do mandamento é a caridade de um coração puro, e de uma boa consciência, de uma fé não fingida. Do que desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas… Milites por elas boa milícia; conservando a fé e uma boa consciência, a qual, alguns havendo rejeitado, naufragaram no tocante a fé.” (I Timóteo 1:5,6 e 18,19).

INFORMATIVO VEREDA: Ano 01 – número 05 – Goiânia, setembro de 2000.

O Informativo Vereda é uma publicação da Gráfica e Editora Vereda, rua das Acacias, Qd. 03, Lt. 06, Residencial dos Ipês, Goiânia Goiás. CEP: 74.740.000
Tel (062) 205-3512

“Autorizamos o uso dos artigos desta edição, desde que citada a fonte”.


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>