Free songs

8 – A FÉ DE JOSUÉ PARA ATRAVESSAR O RIO JORDÃO

8 – A FÉ DE JOSUÉ PARA ATRAVESSAR O RIO JORDÃO

Vamos abrir nossa Bíblia em Josué capítulo 1, versículo 9: “Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares”. Deus deu essa ordem para Josué.  Qual a ordem que Ele deu a Josué?  “Não tenha medo, não se atemorize; esforça-te, Eu quero ver o seu esforço.  Eu preciso ver se você realmente acredita em Mim.  Então, não tenha medo, não te espantes”. Deus disse isso porque sabia que ele ficaria assustado, atemorizado, espantado diante das situações.  Então, quando Deus mandou chamar Josué, já foi logo avisando isso para ele.

O segredo era que Deus estaria com Josué: “…porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares…” nas situações mais difíceis, Deus estaria com ele.  É nessa hora que nós somos provados.

O que Deus quer de nós?  Ele quer que nós creiamos Nele, quer que acreditemos Nele.  Quando Ele nos prova, quando Ele nos aperta, é para ver se  acreditamos Nele.  E não é fácil, é muito difícil.

Ele disse a Josué para não se espantar, não se atemorizar, e Josué começou a caminhar.  Quantas situações que Josué teve que passar!   O interessante é o seguinte: eles não tinham a ajuda do Espírito Santo, não tinham sonhos, visões, eles viviam no seco, tinham que acreditar na Lei; do jeito que a Lei era, eles tinham que acreditar.

No versículo 8 diz assim: “Não se aparte da tua boca o livro desta lei, antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido”. Por que Deus queria que Josué meditasse no Livro o tempo todo? Porque a fé dele estaria baseada no que ele leu no Livro.  Josué teve esse cuidado de meditar no Livro.  Aí, na hora que as coisas ficavam difíceis, o que ele fazia?  Ele  lembrava do que estava escrito, e ele ia cobrar de Deus: “Senhor, não está escrito? No livro não fala isso e isso?” O que mudou de lá para cá? Hoje nós não temos o Livro da Lei, hoje nós temos a Bíblia.  E ela é um apanhado de todos os Livros que falam sobre a fé, inclusive o Novo Testamento, que relata os testemunhos, para ajudar você a crer.   Porque, a mesma vontade de Deus continua, Ele quer que você creia, quer que você acredite Nele.

As provações continuam, as coisas continuam exatamente como dantes.  Para nós não está mais difícil do que para eles; eles tinham que estar constantemente em contato com o Livro; pois o inimigo para eles, era realmente o inimigo visível, eram as pessoas mesmo; a hostilidade da terra, a fome, tudo para eles era natural.   E para nós, ao invés de melhorar, acabou ficando pior; pois confiamos demais na nossa fé em Jesus, confiamos demais no Espírito Santo, e aí, não meditamos, não oramos, não vigiamos, não consultamos a Deus,  e era tudo o que deveríamos fazer e que não fazemos.

Em Josué capítulo 4, versículo 21 ao 24:

21) e falou aos filhos de Israel, dizendo: Quando no futuro vossos filhos perguntarem a seus pais: Que significam estas pedras? 22)  fareis saber a vossos filhos, dizendo: Israel passou a pé enxuto este Jordão.  23) Porque o Senhor vosso Deus fez secar as águas do Jordão diante de vós, até que passásseis, assim como fizera ao Mar Vermelho, ao qual fez secar perante nós, até que passássemos;  24) para que todos os povos da terra conheçam que a mão do Senhor é forte; a fim de que vós também temais ao Senhor vosso Deus para sempre.

Continua acontecendo a mesma coisa; Deus quer que você continue crendo Nele, que você O tema; que você entenda o seguinte: O nosso Deus é um Deus para ninguém por defeito; é um Deus tremendo; é um Deus poderoso.  Quando o povo chegou no Jordão e precisava  passar, e a água estava alta, com os inimigos chegando, apertando, com os sacerdotes carregando a Arca,  eles não podiam jogar a Arca fora, e pensaram o seguinte: “Ou nós honramos o nosso Deus ou nós largamos isso de mão”. Não tinha outra alternativa, Deus tinha que fazer ali um milagre.  E o que Deus fez? Secou a água do Rio.   Ou Deus secava a água do rio, ou os inimigos vinham e matavam todos eles; a não ser que eles largassem tudo e saíssem correndo.

Então, Josué lembrou do que Deus disse a ele: “Não te espantes.  Quando você estiver numa situação difícil, lembre-se que Eu estou contigo”. Será que Deus mudou hoje?  Será que Deus é diferente hoje? Não, Deus não é diferente.  O que percebemos hoje é que, com a presença do Espírito Santo, com a fé, com a graça, o povo, ao invés de melhorar, fez foi piorar.

Chegamos diante de uma situação grave, o que fazemos?  Esquecemos, não meditamos no Livro; dessa forma, tomamos outro rumo.  “Se eu não posso casar com um , vou casar com o outro”. Se crermos em Deus, aquela coisa que parece um desastre, se arruma na maior facilidade.

Você não precisa ser rico para ser feliz, você precisa é crer em Deus.  Na situação mais difícil, você vai conseguir passar o Jordão, o mar vai se abrir para você.  Se você for uma pessoa que crê em Jesus, espera em Deus, confia Nele, o mar vai se abrir pra você, o rio vai secar pra você passar.  Isso significa situações difíceis na vida, onde você tem que esperar em Deus, tem que confiar que o rio vai secar; senão, você vai enfrentar aquela situação e vai se afogar, o mar vem por cima de você.  “Ou o Senhor é Deus, ou o Senhor não é Deus”.

É isso que Deus quer que entendamos: QUE O NOSSO SENHOR É DEUS.  Deus vai me pegar em qualquer situação, pobre, rico, classe média, e dali pra frente eu vou crer é Nele, vou acreditar é Nele, é Ele que vai provar a minha fé, como ele provou a fé de Josué.

É se esforçar, não é deitar e rolar não.  Medita na palavra, ache uma palavra para você meditar e esforça-te.  O que aconteceu com Esaú e Jacó?  Por que um tomou a bênção do outro?  Porque aquele que tomou a bênção creu, ele buscou, ele se empenhou, e foi abençoado.

A bênção de Deus hoje é para o Filho de Deus, não importa se ele é pobre, se ele é rico, se ele é isso ou aquilo.  Se você for rico, você vai confiar na sua riqueza?  Se for pobre, vai confiar na sua pobreza? Não, não, não. Para Deus não há acepção de pessoas, Ele não faz distinção de classes, o que interessa para Ele é se você acredita Nele.

Nós vamos mostrar nossa fé em Deus, como Josué fez: ele meditou no Livro, pensou, leu, e quando teve que passar pelo Jordão ele disse ao povo: “O nosso Deus é Deus.  Se tiver que parar o sol, Ele pára;  se tiver que mudar o tempo, Ele muda”. Senão, vamos pensar o seguinte: isso não é possível.  E PARA DEUS TUDO É POSSÍVEL.  É possível se tiver de acordo com aquilo que eu meditei, com aquilo que Deus falou.  Abraão não tinha  nada, só tinha uma palavra de Deus, e ele foi em cima daquilo.

Em Tito capítulo 2, versículo 1: “Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina.” Eu lhe pergunto:  você sabe o que convém à sã doutrina? Nós sabemos um pouquinho.   Por que somos pobres, somos fracos? Por que o inimigo leva vantagem sobre nós?  Josué estava pensando, meditando, analisando, ele queria saber tudo o que era importante para ele.  Você sabe o que tem que falar para os velhos? Para as mulheres? Você sabe o que tem que falar para as pessoas?

Por que não sabemos o que nos convém?  Em muitas situações nós nos enrolamos e ficamos sem saber o que nos convém.  Ao passo que nós poderíamos estar usufruindo, dizendo para Deus:  “Senhor, eu vou ficar do seu lado.  O rio vai secar, o mar vai abrir. Porque eu li, eu meditei, eu sei o que convém”. O jovem teria que saber o que convém  para ele; a mãe teria que saber o que convém para ela; o homem teria que saber o que convém para ele; como vamos ensinar se não sabemos o que convém a nós?  Ensine aos mais velhos, ensine as mais novas… eu não sei o que a Igreja fica esperando!

Por que Deus não quer mais uma denominação?  Porque Ele não quer um povo simplesmente sentado no banco.  Deus quer um povo consciente, um povo que sabe o que convém para o homem, para a mulher, para os filhos.

Esforça-te, medite, busque, pois nós somos um povo diferente nessa terra; nós estamos no mundo, mas nós não somos do mundo.  Não podemos entregar os pontos não; temos que pelejar e pedir para Deus ter misericórdia de nós. Hoje as coisas estão ficando cada vez mais difíceis para nós; e por isso vamos entregar os pontos?  Vamos ceder diante da pressão?  Ou o rio vai ter que secar para nós passarmos?  Ou o mar vai ter que abrir para nós passarmos?  Ou os inimigos vão ter que recuar diante de nós? Amém?

Vamos no versículo 11 do capítulo 2 de Tito: “11) Porque a graça de Deus se manifestou, trazendo salvação a todos os homens,  12) ensinando-nos, para que, renunciando à impiedade e às paixões mundanas, vivamos no presente mundo sóbria, e justa, e piamente.” O que o inimigo vai fazendo?  Ele vai nos empurrando para o mar.  O que é o mar? Ele simboliza a impiedade e as paixões mundanas.  Quando você chega ali, ou você afunda, é engolido por aquelas águas ou elas vão ter que abrir para você passar.   Assim como você resiste o mar, você vai ter que fazer diante das impiedades e das paixões mundanas.  Senão, as águas vão cobrir você.

Os inimigos estão  pressionando exatamente para que você entre na água e morra; eles  vão pressionando até você fazer aquilo que não deve fazer.

Então, pare ali na beirada, vá orar, acredite no seu Deus, converse com Deus e insista em obter de Deus um milagre.  O mar vai abrir e você vai passar.  Mas, mais à frente, você vai ter que enfrentar outro mar, vai enfrentar outro Jordão.  Não devemos, de forma nenhuma, ceder àquela imposição do inimigo. Ele faz isso para você não acreditar em Deus, não confiar em Deus.  Mas é aí que entra a nossa fé; a diferença entre nós e o ímpio é que nós acreditamos em Deus.   “Uns confiam em carros, outros em cavalos, nós confiamos no nosso Deus” (Salmos 20:7).

Nas situações mais estranhas, “não te espantes e nem te atemorizes”, pois Deus vai estar com você ali naquela situação.  As promessas de Deus são para aqueles que acreditam, não são para quem tem direito não, é para aqueles que acreditam.   O que Deus prova é sua fé; se ela acabar, então acabou sua vida espiritual.  A nossa fé tem que ser para enfrentar tudo, para passar por tudo, para poder chegar à estatura do varão perfeito, chegar ao pleno conhecimento de Deus; a nossa fé é para chegar aonde Deus está.  Não é para parar. Se o justo parar e achar que já está bom, onde foi que ele parou?  Na beira do mar.

Realmente o mar nos assusta muito, mas precisamos caminhar, ir para frente, esse mar não pode nos impedir.  Muitos estão parando porque estão com medo do mar.  Você chega diante do mar, vê que não tem jeito, e para de orar, para de ler a Bíblia, para de buscar a Deus.  Chegou diante do mar e assustou com o mar.

Quantos aqui não diminuíram a oração? Diminuíram a fé, a busca? Muitos.  A dificuldade, de repente,  fica tão grande que é um mar de coisas, de dificuldades, e você pensa que não tem jeito.

Não foi para isso que Deus nos chamou.  Nós ainda não chegamos onde Deus quer que cheguemos. “Sede santos, porque Eu sou santo; sede perfeitos porque Eu sou perfeito” (Levítico 20:7). Deus nos chamou para sermos santos, mas, de repente, eu chego diante desse mar de coisas ruins que existem no mundo e pergunto: como eu vou ser santo? Como eu vou ser perfeito, diante desse  mar que está na minha frente?   Mas o mar vai ter que abrir para nós podermos passar.

Mas aí, nós vamos nos lembrar das escrituras: “Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Atos 2:21). Vamos dizer para Deus: “Senhor, nós estamos perdendo…” Aí, nós vamos clamar, vamos interceder, vamos buscar, vamos pelejar; e Deus vai dizer para você: “Não temas, não se atemorize, pois Eu vou estar com você”. Ou nós vamos nos conformar?  Nunca.

Nossa vida não é essa; nossa vida é nos esforçarmos, pelejarmos pela presença de Deus, lutar pelo Espírito de Deus, pelos milagres, pela graça de Deus, pela misericórdia de Deus, senão, ninguém vai saber quem é Deus.  E Deus espera é de nós; e nós vamos dar testemunho de que Ele é Deus, de que o nosso Senhor é Deus.

Mas aí você poderia perguntar: “Mas irmão, esse tanto de coisa errada? E esse tanto de gente mole? Esse tanto de falta de fé? E aí?” Mas isso é porque você não está meditando nas escrituras, a quanto tempo nós sabemos que não vai existir fé, que a fé vai acabar, a quanto tempo estamos sabendo que as trevas vão dominar a terra, que a iniqüidade vai tomar conta!?  Mas, enquanto eu tiver um fôlego de vida, eu vou caminhando, mesmo que tudo isso ocorra.

A sua oração, a sua fé, o seu desejo, a sua disposição…. não  adianta ficar só mostrando que está tudo acabando, pois está acabando é para você; vai acabar para você se você ficar olhando para o mar, você vai ficar doido.  “Tu porém, siga-me; deixe os mortos enterrarem seus mortos, mas você venha atrás de Mim”. Deixe as coisas acontecerem e siga a Deus.  Ninguém quer se levantar na sua casa, mas você se levanta; ninguém quer fazer uma oração na sua casa, faça você a oração; ninguém quer buscar Deus na sua casa, busque você.   Ou não é assim?

Vamos voltar em Josué capítulo 1, versículo 9: “Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares.” Tudo o que você precisa é que Deus lhe dê uma palavra dizendo que Ele está contigo.  Agora, inverta isso, imagine Deus lhe falar que Ele não está com você.

Versículo 10 e 11: Então Josué deu esta ordem aos oficiais do povo:  Passai pelo meio do arraial, e ordenai ao povo, dizendo: Provede-vos de mantimentos, porque dentro de três dias haveis de atravessar este Jordão, a fim de que entreis para tomar posse da terra que o Senhor vosso Deus vos dá para a possuirdes. O Rio estava seco na hora que Deus falou com Josué? Não.  Mas Josué saiu dando ordem: “Nós vamos atravessar o Jordão!”

Se você não acredita que Deus é com você, se você não acredita Nele… tudo o que Ele quer é que nós creiamos Nele.  Não porque você fez coisa errada ou deixou de fazer errado, não é porque você fez certo ou deixou de fazer não, É PORQUE VOCÊ ACREDITA NELE.  “Eu acredito que Ele é Deus”. Não importa o que eu penso, o que eu faço, não importa minha situação, se eu sou justo ou não sou justo, eu creio no Senhor.

Eu (Rossini) não tenho essa fé que vocês pensam não.  Eu tenho medo, tenho receio, sou inseguro, sou isso, sou aquilo…  Agora, quem diz que eu tenho fé ou não é Deus.   Eu acho que não tenho essa fé toda não, eu morro de medo.   Eu não sei se quanto mais medo eu tenho, mais eu preciso de fé; não sei se quanto mais inseguro eu sou, mas eu preciso de fé.  Talvez Deus me faça assim para que eu tenha mais fé.

O Apóstolo  Paulo disse assim: “Eu cri, por isso eu falei”. Talvez minha fé seja medida pelo tanto que eu falo que é necessário crer em Jesus, que se deve acreditar Nele, que pode confiar Nele porque Ele é tremendo.

A sua fé vai aumentando na medida que você vai falando.   Na medida que você vai recuando, você vai deixando de falar, sua boca vai fechando, você não tem mais coragem de falar,  isso é um atestado que você está assinando de que você não está crendo.  Vai, fale, pregue, ensine…

Na reunião, enquanto eu (Rossini) estou orando, a Igreja ora,  quando eu paro de orar, a Igreja pára também.  Eu estou velho, e vocês estão novos.  Se eu tivesse a idade do Fernando, a saúde do Fernando, eu iria colocar a boca no mundo. Buscar o quanto pudesse; e isso não é um dia nem dois dias não, não é fogo de palha não.  Hoje você ora, confia, busca, amanhã já não faz mais nada disso?

Vamos voltar em Tito: “Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina.” Isso aqui vai ajudar você, falar o que convém a sã doutrina.  Exorta as pessoas a fazerem as coisas certas, a confiarem em Jesus, chama para orar, para clamar.  Se tiver alguém que tem visão, ela vai ter uma visão; se não tiver ninguém que tenha visão, vai ter assim mesmo.  Nós precisamos por a boca no mundo.

Jesus disse algo interessante: “Pelo fruto você vai conhecer a árvore”.  A boca fala do que está cheio o coração.  E por que não fala?  Porque está triste, revoltado com Deus, amargurado… e é nessa situação que você deve por a boca no trombone, falar com Deus, reclamar para Ele, dizer tudo o que você está sentindo; assim, a água suja começa a sair e você começa a melhorar.

Não adianta nada eu chegar todo arrumadinho diante do mar e o mar me barrar.  Eu não cri, não passei para frente e o inimigo me alcançou.  Todo mundo chega até ali,  todo mundo esbarra no mar, no Jordão.   Isso simboliza situações em que você pára: escândalos, doença, problema financeiro, relacionamentos, etc.

Às vezes, o que para você é o mar, para o outro não simboliza nada.  Cada um tem o seu problema. O que você vê na sua frente é impossível de acontecer.  Então, para você, Deus tem que fazer um milagre e abrir o mar.

A hora que você passa por aquele problema, o que acontece com a sua fé?  Ela cresce.   Ninguém mais vai falar mau do seu Deus porque você não vai aceitar, ninguém vai menosprezar o seu Deus porque você não vai aceitar.  E você vai ser uma testemunha tremenda de Deus, pois você viu Deus agir.

Eu não vejo lugar para Deus falar conosco como aqui no nosso meio.  Aqui é um lugar onde Deus tem sido fiel realmente.  Ele percebe a situação que a Igreja está vivendo e Ele fala com Ela.

Agora, o que nós podemos fazer se você sai daqui e não faz nada do que Deus fala?   Quantas vezes eu vi Deus falar aqui: “Leia a Bíblia, medite na palavra, faz oração, clame a Deus, etc.”  Amém?

Vamos dar ouvidos a Deus, vamos acreditar Nele, estávamos crendo que Ele tem sido misericordioso, tem sido fiel e tem falado conosco.

Agora no louvor, você vai, ousadamente, levantar a sua voz; não curve sua cabeça não…

Oração: A palavra que está no meu coração vai estar na minha boca.  Eu anunciarei, Senhor, as tuas maravilhas, eu vou falar do Senhor enquanto eu viver, das maravilhas que o Senhor fez na minha vida…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>